Estas 5 intervenções urbanas levaram a literatura para as ruas

imagem borrada de um casal atravessando a rua focando no poste com um papel verde colado escrito "platonicos, atravessar a rua, ele pega sua mão, ela tira por reflexo, queria ter deixado"

Quem disse que a literatura foi feita só para ficar quietinha dentro dos livros esperando pacientemente por um leitor? Não mesmo! Hoje, ela passeia pelas ruas de mãos dadas com outros projetos artísticos e serve de inspiração para quem passa desavisado.

Estas cinco intervenções urbanas foram responsáveis por mostrar que a literatura pode fazer parte da nossa rotina. Espia só!

1. Intervenção Urbano-Literária

Há alguns anos Porto Alegre recebeu uma narrativa diferente, em que cada parte da história era contada onde realmente havia acontecido. A trama, composta por Alessandro Garcia, foi dividida em 17 trechos, aplicados em forma de lambe-lambe pela cidade, buscando um diálogo maior entre espaço urbano e literatura. Além de ser possível acompanhar a história caminhando pelas ruas, ela também ficou disponível online.

2. Tá Escrito em Sampa

Uma conta no Instagram que se dedica a compartilhar os escritos encontrados nos muros de São Paulo. Poesia, pixo, lambe-lambe e muita identificação rolam soltas na conta @taescritoemsampa, que já tem mais de 57 mil seguidores.

muro de grade com um arvores atras escrito com cada letra num papel sou qualquer coisa que dê saudade

imagem borrada de um poste na rua com um papel colado escrito "liberdade é esse coração cheinho de amanhãs", pessoa andando de bicicleta ao fundo,

Fotos: Reprodução Instagram

3. Poemas de chuva

Em Boston, nos Estados Unidos, os dias de chuva são uma oportunidade para apreciar a poesia olhando para o chão. O grupo de artistas Mass Poetry pintou as calaçadas da cidade com tinta transparente à prova d’água. Assim, sempre que chove por lá é possível ver poemas pelo chão. Genial, né?

um pessoa pisa em cima de um pepel com palavras escritas em ingles enquanto um cara espira em cima

imagem mostra um chão escriito em ingles ao funso uma casa com escada

Fotos: Mass Poetry

 

4. Um poema em cada árvore

Na cidade de Governador Valadares, em Minas Gerais, surgiu a ideia de “plantar poemas”. Desde 2010, são pendurados poemas contemporâneos nas árvores da cidade. O projeto foi idealizado pelo poeta Marcelo Rocha e colocado em prática pelo Instituto Psia e a iniciativa já foi replicada em mais de 130 cidades brasileiras em uma incrível mobilização nacional.

imagem mostra um papel escrito "da estrada vitória-minas de marcelo rocha"colado numa arvore ao fundo um homem atrvessando a rua

foto de um casal lendo o poema descrito na imagem acima

5. Roteiros da Cidade

Laura Guimarães vinha pensando em como ocupar a cidade de São Paulo. Foi quanto decidiu usar sua literatura para isso – e uma série de micro-contos de até 140 caracteres foi espalhada pelas ruas em forma de lambe-lambes. O projeto ganhou o nome de “microrroteiros das cidade”.

poste vermelho descascando, colado um papel escrito "hora do rush vocÊ gosta de samba? perguntava o cobrador, chamando os passageiros pra formar uma roda junto à catraca"

 

 

 

Fonte: Livros e pessoas

Eu sou Lúcia Mara Formighieri, cega, graduada em Comunicação Social/Jornalismo há 12 anos e apaixonada por livros. Idealizadora deste blog, parceira e colunista no Congresso de Acessibilidade, Canal de Notícias, entre outros.

“O que eu posso fazer enquanto comunicadora, para transformar a vida das pessoas?

Com este questionamento, criei este Blog, Literagindo, para tratar de Literatura e Leitura Inclusivas!

Venha Literagir com a gente!

Post Tagged with , , ,