Na Romênia, ler um livro no ônibus dá direito à gratuitade nas viagens

imagem de 3 garotas sentadas no ônibus lendo

Na cidade romena de Cluj-Napoca, a proposta de um cidadão e que foi aderida pelo prefeito tem sido vista com bons olhos mundo afora.
Victor Miron propôs ao prefeito da cidade, Emil Boc, que ler um livro no ônibus daria o direito à gratuidade na passagem durante a viagem.

A ideia ganhou grande repercussão nas redes sociais após o prefeito postá-la em sua página oficial. O feedback positivo foi um fator importante para que a ideia fosse posta em prática o mais rápido possível. Foi então que um ano mais tarde, em meados de 2015, todas as pessoas que destinavam seu tempo de viagem para ler um livro no ônibus ganhavam passe livre.

Miron não pretende parar por aí. O próximo passo seria apresentar a ideia para o dono do Facebook, Mark Zuckerberg, para que o mesmo a implante. Ele ainda promove, junto com amigos, algumas ações na cidade onde mora. Uma delas é oferecer descontos em alguns estabelecimentos do comércio local para quem tiver, na foto de perfil do Facebook, a imagem de um livro.

Outro projeto é determinar que no Dia Mundial do Livro, dia 23 de abril, as pessoas possam visitar o Jardim Botânico local de graça, uma vez que tenham um livro em mãos.

Palavras dele: “Eu acredito que é melhor promover a leitura, recompensando aqueles que leem, em vez que criticar aqueles que não o fazem”.

 

Fonte: Bons de texto

Eu sou Lúcia Mara Formighieri, cega, graduada em Comunicação Social/Jornalismo há 12 anos e apaixonada por livros. Idealizadora deste blog, parceira e colunista no Congresso de Acessibilidade, Canal de Notícias, entre outros.

“O que eu posso fazer enquanto comunicadora, para transformar a vida das pessoas?

Com este questionamento, criei este Blog, Literagindo, para tratar de Literatura e Leitura Inclusivas!

Venha Literagir com a gente!