“Os erros fatais do socialismo” chega às livrarias pela Faro Editorial

imagem capa do livro centralizado na parte superior na cor vermelha Os erros fatais do socialismo abaixo em letra de tamanho menor por que a teoria não funciona na prática escrito de branco e após uma estrela vermelha

Distribuição igualitária de bens e renda, extinção da divisão de classes, economia planificada, garantia de acesso a todos os direitos básicos controlados por um governo feito pelo e para o povo. Essas são as ideias centrais do Socialismo e que em sua teoria buscam uma forma de vida justa para todas as pessoas. Mas quando socialismo, política e interesses financeiros se encontram, a prática não é bem assim.
A Faro Editorial lança em julho o livro “Os erros fatais do socialismo” de Friedrich A. Hayek, um dos maiores pensadores políticos do mundo de sua geração e Prêmio Nobel de Economia.
Neste livro, Hayek apresenta um exame fundamental e crítico das ideias centrais do socialismo. Ele argumenta que o socialismo, desde as suas origens, foi confundido com algo embasado em fundamentos científicos e factuais, e mesmo lógicos, mas que seus repetidos fracassos, nas muitas e diferentes aplicações práticas que o mundo testemunhou, foram o resultado direto desse equívoco conceitual.
Sempre contundente e controverso – uma marca de suas obras – este manifesto traz um relato acessível às principais vertentes do pensamento de Hayek e explica a rede de erros em que todas as sedutoras e idealistas propostas socialistas se encerram.
“O traço intelectual mais marcante de F. A. Hayek é incomum na vida acadêmica: o espírito independente, que o levava a nadar contra algumas das correntes mais poderosas de sua época.” – JOHN GRAY — Filósofo e Político Inglês

Ficha Técnica

Título: Os erros fatais do Socialismo
Nº de páginas: 240
Preço: R$39.90
Sobre o autor:
F. A. HAYEK
 (Viena, 1899 / Alemanha, 1992) estudou na Universidade de Viena, onde fez doutorado em Direito e Ciência Política. Após vários anos no serviço público, foi nomeado diretor do Instituto Austríaco para Pesquisas dos Ciclos Econômicos. Em 1931, atuou como professor de Economia e Estatística na London School of Economics, e em 1950 tornou-se professor de Ciências Sociais e Morais na Universidade de Chicago. Hayek foi agraciado com o Prêmio Nobel de Economia em 1974. É autor de mais de 15 livros, entre os quais “O caminho da servidão”, “The Constitution of Liberty e Law”, “Legislation and Liberty”. Hayek visitou o Brasil três vezes, entre os anos de 1977 e 1981. Em pleno regime militar, Hayek foi ignorado pelas lideranças e intelectuais do país, apesar de ter concedido inúmeras entrevistas à imprensa.
Eu sou Lúcia Mara Formighieri, cega, graduada em Comunicação Social/Jornalismo há 12 anos e apaixonada por livros. Idealizadora deste blog, parceira e colunista no Congresso de Acessibilidade, Canal de Notícias, entre outros.

“O que eu posso fazer enquanto comunicadora, para transformar a vida das pessoas?

Com este questionamento, criei este Blog, Literagindo, para tratar de Literatura e Leitura Inclusivas!

Venha Literagir com a gente!