Resenha: Memórias de um Livro de Geraldine Broox

capa do livro com uma tarja branca em cima com informações do livro e uma borboleta amarela no canto direito e no centro um menino de roupa preta caminha no barro

Ficha Técnica

Título do Livro: Memórias de um Livro

Autor: Geraldine Brooks

Edição:

Ano: 2008

Nº de páginas: 384

Idioma: Português

Editora: EdiOuro

 

Leia ou Baixe Gratuitamente em versão mp3

Compre seu livro aqui: Livraria Cultura ou Saraiva

 

RESENHA

“Logo de início, posso dizer que este não é o meu jeito normal de trabalho”, com estas palavras inquietantes, inicia-se assim, a trama intrigante, Memórias de um Livro, da grande vencedora do prêmio Politzer, Geraldine Brooks. Uma renomada conservadora de livros australiana, Dra. Hanna Hiff é convidada pela ONU, em plena guerra da Bósnia, em 1996, para examinar um manuscrito hebraico muito antigo, resgatado, segundo ela fica a saber, pelo bibliotecário Òzrin Káraman, que salva um dos livros Judaicos mais antigos da Idade Média: a Ragadá de Sarajevo. Hanna então, depara-se com iluminuras fantásticas, palavras escritas sob uma caligrafia esplêndida, mas, ao se deter nos processos de encadernação… A pesquisadora fica intrigada: “O que estão fazendo: uma asa de borboleta Parnássius, uma mancha de vinho e um cabelo branco nas páginas da Ragadá?” A grande curiosidade de Hanna Riff produz descobertas fantásticas ao longo do livro, ela deveria ter enviado seu relatório ao seu colega do Museu Nacional da Austrália, Ammytae Amton, mas, ao invés disso, ela procura seus amigos e seu professor de manuscritos Hebraicos, Werner Hinish, que a colocam em um caminho sem volta. Hanna vai ainda, no decorrer da obra, se envolver com o problema de Káraman e descobrir coisas sobre a vida dela, que nem mesmo a própria cientista saberia, como, por exemplo, a origem de seu pai. Neste livro intrigante, dramático, misterioso e fascinante, descobrimos a importância de amar quem está ao nosso lado e valorizarmos as coisas que temos. O Blog Literagindo recomenda: uma das obras mais surpreendentes de todos os tempos, Memórias de um Livro poderia ser um tesouro da Bósnia revelado em páginas, de tão fantástico e dramático que assim o é. Hanna não hesita em passar pelos mais terríveis episódios da sociedade, tais como: guerras, Inquisição ou Nazismo, para revelar a história de um livro, uma Ragadá, uma narrativa de orações de um povo.

Literagindo indica: Memórias de um Livro, envolvendo-se em uma literatura fictícia, histórica e factualmente muito bem construída, com toques de romance, drama, mistério e ação, que esta obra faça de nós seres humanos mais sensíveis!

 

Eu sou Lúcia Mara Formighieri, cega, graduada em Comunicação Social/Jornalismo há 12 anos e apaixonada por livros. Idealizadora deste blog, parceira e colunista no Congresso de Acessibilidade, Canal de Notícias, entre outros.

“O que eu posso fazer enquanto comunicadora, para transformar a vida das pessoas?

Com este questionamento, criei este Blog, Literagindo, para tratar de Literatura e Leitura Inclusivas!

Venha Literagir com a gente!